Você está aqui: Página Inicial / Paralimpíadas / Investimentos_old_1 / iniciacao-e-base / Atleta na escola

Atleta na escola

Acesso à prática esportiva

Talvez seja impossível dimensionar todos os reflexos que os Jogos Olímpicos e os Jogos Paraolímpicos do Rio de Janeiro 2016 terão na sociedade brasileira. Pela primeira vez na história, um país da América do Sul sediará as maiores competições do planeta e o fato de o Brasil ter sido o escolhido impulsionou diversos programas do governo federal tendo o esporte como referência.

Um dos legados mais importantes que os Jogos de 2016 deixarão para os brasileiros é a massificação da ideia de que o esporte pode, sim, mudar a vida de milhares de jovens em todos os sentidos. Isso não quer dizer que todos os jovens brasileiros se transformarão em atletas de alto rendimento. Mas é certo que os Jogos de 2016 ajudarão a transformar o modo como nossas crianças e jovens encaram a importância do esporte em suas vidas.

Ministério da Educação
Ministério da Educação#Atleta na Escola: programa massifica a prática esportiva nas instituições de ensino de todo o país
Atleta na Escola: programa massifica a prática esportiva nas instituições de ensino de todo o país

Pensando nisso, o governo federal implantou, em maio de 2013, o programa Atleta na Escola, que visa democratizar o acesso ao esporte em todo o país por meio do incentivo à prática esportiva nas escolas entre estudantes da rede básica de ensino. Além de estimular a formação do atleta escolar, reforçando nele todos os valores inerentes ao esporte, como disciplina, perseverança e lealdade, entre outros, o programa pretende identificar e orientar jovens talentos.

Em parceira com os estados, o Distrito Federal, municípios e, principalmente, as instituições de ensino, o programa Atleta na Escola trabalha em duas frentes:

1. Jogos Escolares – competições que identificarão talentos esportivos em modalidades olímpicas e paraolímpicas

2. Núcleo de Esporte Escolar (NEE) – voltado para o acolhimento dos talentos identificados nos Jogos Escolares

Os Jogos escolares

Principal instrumento para motivar as crianças e jovens do país a praticar esporte na escola, os Jogos Escolares são compostos de quatro fases consecutivas de competição. São elas:

a) Fase escolar: realizada em todas as escolas que demonstrarem interesse em participar do programa

b) Fase municipal–regional: realizada por municípios de 100 mil ou mais habitantes, e pelos estados em caso de cidades com menos de cem mil habitantes, por meio de uma composição regional a ser definida pelo governo estadual

c) Fase estadual: realizada pelo governo estadual

d) Fase nacional: realizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) e pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB)

Cada fase é classificatória para a etapa seguinte, de modo que somente os melhores atletas de cada estado alcançam as competições nacionais — os Jogos Escolares da Juventude ou as Paraolimpíadas Escolares.

Como Participar

A participação das escolas — federais, estaduais, municipais e privadas — no programa Atleta na Escola depende do interesse das instituições de ensino e de sua adesão ao programa, que pode ser feita pelo endereço: http://pdeinterativo.mec.gov.br/

Mais informações podem ser obtidas no site do Atleta na Escola, pelo endereço http://www.atletanaescola.mec.gov.br