Você está aqui: Página Inicial / Olimpíadas / O Brasil nos Jogos / Barcelona-1992

Barcelona-1992

A consagração do vôlei

Os Jogos de Barcelona foram históricos para o Brasil e, particularmente, para o vôlei nacional. Desde o início da década de 1980, a modalidade ganhava, a cada ano, mais e mais popularidade no país, com os atletas da Seleção Brasileira masculina sendo tratados como ídolos. A medalha de prata conquistada nas Olimpíadas de Los Angeles-1984 só reforçou a situação. Oito anos depois, todo o trabalho foi coroado de forma magnífica.

Comandado pelo técnico José Roberto Guimarães e com a base da equipe formada por Tande, Carlão, Giovane, Marcelo Negrão, Maurício e Paulão, o Brasil conquistou a medalha de ouro diante da Holanda. A partir dali, o vôlei brasileiro deu início ao domínio que hoje mantém no cenário internacional. A Seleção feminina, na Espanha, terminou em quarto lugar, apenas um aquecimento para as medalhas (duas delas douradas) que estavam por vir.

CBV
CBV # Mauricio integrou a Seleção campeã olímpica de Barcelona-1992
Mauricio integrou a Seleção campeã olímpica de Barcelona-1992


Mais um ouro no judô
Se em Seul coube a um judoca, Aurélio Miguel, ser a grande estrela da delegação brasileira, com a medalha de ouro na categoria meio-pesado, em Barcelona o judô voltou a brilhar. Na categoria meio-leve, Rogério Sampaio derrotou o húngaro József Csak na decisão e assegurou o segundo ouro olímpico da história da modalidade no país.

Na natação, veio a terceira medalha, de prata, com Gustavo Borges, nos 100m livre.

O s Jogos de Barcelona também marcaram o basquete brasileiro. Afinal, foi a primeira vez que a Seleção feminina, que tinha no time Magic Paula e Hortência, disputou uma Olimpíada. O time terminou em sétimo, enquanto a equipe masculina ficou em quinto.

O Brasil passou perto de obter de medalhas no atletismo, mas terminou na quarta colocação em três provas: com Róbson Caetano, nos 200m rasos; com José Luiz Barbosa, o Zequinha Barbosa, nos 800m; e com Ediélson Rocha Tenório, Sérgio Mathias F. Menezes, Eronilde Araújo e Sidney Telles de Souza, no revezamento 4x400m.

Classificação por total de medalhas

* CEI – Comunidade dos Estados Independentes (formada por 11 países que pertenciam à extinta União Soviética)
** O Brasil foi ouro no vôlei masculino e no judô, com Rogério Sampaio. A prata veio na natação, com Gustavo Borges, nos 100m livre