Você está aqui: Página Inicial / Olimpíadas / O Brasil nos Jogos / Helsinque-1952

Helsinque-1952

Um herói chamado Adhemar

Os Jogos de Helsinque, na Finlândia, marcaram o surgimento do primeiro herói da história olímpica do Brasil. Embora em 1920, na Antuérpia, o atirador Guilherme Paraense tenha conquistado o primeiro ouro do país, naquela época os Jogos não tinham o mesmo prestígio que conquistaram nas décadas seguintes.

Assim, quando o paulista Adhemar Ferreira da Silva – que participara das Olimpíadas de Londres-1948 e ficara apenas em 14º lugar – começou sua aventura no salto triplo em Helsinque, o mundo viu surgir um atleta especial. Em uma mesma tarde, Adhemar superou o recorde mundial quatro vezes. Saltou 16,05m, passou para 16,09m, para 16,12m e, finalmente, “voou” 16,22m. Consagrado com a medalha de ouro, tornou-se o principal nome da delegação brasileira naquela edição e iniciou o caminho que o transformaria em um mito do atletismo nacional.

CBAt
CBAt # Adhemar quebrou o recorde mundial quatro vezes em um mesmo dia e deu início ao seu sucesso no atletismo
Adhemar quebrou o recorde mundial quatro vezes em um mesmo dia e deu início ao seu sucesso no atletismo


Mais medalhas
Adhemar não foi o único a subir ao pódio na Finlândia. No salto em altura, José Telles da Conceição alcançou a marca de 1,98m, que, além do recorde sul-americano, valeu a medalha de bronze. O Brasil também faturou o bronze nas piscinas, com Tetsuo Okamoto nos 1.500m livre, com o tempo de 18min51s3.

Futebol fica em quinto
A tragédia da derrota da Seleção Brasileira para o Uruguai, na final da Copa de 1950, em um Maracanã tomado por 200 mil torcedores, ainda ecoava dois anos antes, quando o Brasil, pela primeira vez, enviou um time para representar o país no futebol das Olimpíadas. Nascia ali a história da busca por um título que até hoje espera para ser conquistado. Embora nas décadas seguintes a Seleção Brasileira tenha brilhado em cinco Copas do Mundo e se tornado a maior campeã da competição, nas Olimpíadas a medalha de ouro nunca veio. Em 1952, no ano da estreia, a Seleção ficou apenas com o quinto lugar.

Classificação por total de medalhas

* O Brasil conquistou a medalha de ouro no salto triplo, com Adhemar Ferreira da Silva, e foi bronze nos 1.500m da natação, com Tetsuo Okamoto, e no salto em altura, com José Telles da Conceição