Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Brasil conquista todos os ouros no Sul-Americano de ginástica rítmica

16/12/2013 18h52

Brasil conquista todos os ouros no Sul-Americano de ginástica rítmica

Ginastas do Individual e do Conjunto garantiram nove medalhas douradas para o país, além de cinco de prata

A ginástica rítmica brasileira foi o destaque no Campeonato Sul-Americano Adulto, realizado em Santiago, no Chile, no último fim de semana. As Seleções Individual e de Conjunto fecharam 2013 com chave de ouro e conquistaram todas as nove medalhas douradas possíveis na competição, além de cinco de prata.

Ivonne Palomo/Federação Chilena
Ivonne Palomo/Federação Chilena # Natália Gáudio ficou com a prata na bola
Natália Gáudio ficou com a prata na bola

Pelo Individual, participaram Angélica Kvieczynski, Emaneulle Lima, Natália Gáudio e Simone Luiz. Por equipes, ouro para o Brasil, com 146,650 pontos. No Individual Geral, Natália ficou em primeiro, com 59,950, e Angélica em segundo, com 58,750. No arco, dobradinha brasileira com Natália na liderança, com 15,000, e Emanuelle em segundo, com 14,150. Na bola, o primeiro lugar foi de Angélica, com 15,750, seguida por Natália, com 15,450. Nas maças, Angélica ficou na primeira colocação, com 15,350, e Natália na segunda, com 15,200. Por fim, na fita, ouro para Angélica, com 15,400, e prata para Natália, com 15,000.

A técnica da Seleção Individual, Anita Klemann, comemorou o ótimo desempenho das ginastas. "Eu fiquei muito feliz com os resultados do Brasil, que foi o grande campeão. O trabalho em equipe foi ótimo. Todas estão de parabéns", contou.

Já o Conjunto, composto por Bianca Maia Mendonça, Beatriz Pomini Francisco, Dayane Amaral, Débora Falda, Francielly Machado Pereira e Mayra Gmach, garantiu o ouro no geral, com 29,550, assim como nas três bolas e duas fitas, com 15,300, e nos cinco pares de maças, com 15,450. A treinadora é Camila Ferezin e a coreógrafa é Bruna Rosa.

Camila ficou bastante satisfeita com mais essa conquista. "Nós estamos muito felizes com os resultados. Elas se apresentaram muito bem nas finais. Agora, vamos recarregar as baterias, porque em 2014 teremos novas responsabilidades", comentou a técnica.

 

Fonte: Confederação Brasileira de Ginástica